terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Lembrete Natalício sem Ho.Ho-Ho

Lembrete natalício: 
Enquanto os "mercados forem mais livres que eu"  as cadeias estiverem com poucos presos ligados à corrupção, o passos for 1ºministro e portas não afundarem, a merkel reinar, enquanto eu e largos milhões estivermos sujeitos às piores medidas de coacção: pulseira electrónica, chip, prisão domiciliária, trabalho quando há, quase sem remuneração apropriada, uma educação de merda e líderes mundiais fajutos a minha árvore de Natal será esta. Enquanto a fumo ao longo do ano, vou esquecendo e cantando. Esta não me leva à prisão por violência contra o governo, antes pelo contrário. Faz-me apenas escrever mal dos males que me dão cirrose à alma e cura-me o mal das angústias.
O que mais precisam todos aqueles que não têm amor, paz, um presente nem um futuro, um lar, uma noite de Natal, uma família e que sofrem indizíveis violências é saber que não estão sózinhos. Que há vozes sensíveis que falam por eles.