quinta-feira, 14 de maio de 2015

Noam Chomsky em entrevista- "Os portugueses estão a pagar pelas aventuras dos bancos alemães"

Quando vos vierem dizer " ah e tal com as vossas dores posso eu bem..." "tenho que me preocupar com as dores é do país..." e ajeitar a gravata para "ser quem escolho ser": capacho...pensem:
Ele dorme a pensar:
O que o país precisa é de salvar bancos e ser completamente vendido a retalho e rapidamente.
O que eu acordo (acordo do verbo acordar e não acordo de acordar com alguém) a magicar:
Será que uma vez o país vendido a língua portuguesa se mantém?
Haverá país daqui a algum tempo?
(teremos sempre de usar o h nas formas do verbo haver? é que está a cair em desuso...)
Quantos campeonatos de futebol teremos?
E os portugueses? passarão a ser emigrantes ou imigrantes?
O país será dividido em províncias chinesas, brasileiras,angolanas etc.
Teremos de usar passaporte?
Haverá acordo de circulação entre nortenhos e mouros?
Mais um velho do Restelo, estrangeiro e que não sabe nada...
Ó Pedro sabes quem é este cota que diz estas coisas?
Noam Chomsky em entrevista