quarta-feira, 17 de junho de 2015

Excessos

Sonho em excesso,
mas sem os excessos...
não consigo o equilíbrio de ser 
excessivamente completa

Serei excesso
para equilíbrio ter?

Quero em excesso, amo em excesso, desejo em excesso
sinto em excesso, dou em excesso, recebo excessivamente

Sonho em excesso
com uma colorida máquina de escrever
e nela contos sussurrar
com uma casa pequena com um jardim pequeno
um riacho a correr
no murmúrio de uma onda do mar adormecer
no jardim magnólias brancas em flor 
deixando as suas olhas cair 
no meu regaço
quando chegar o tempo de renascer
e ervilhas de cheiro pendurar
com beijos de luz do sol 
e nuvens de cor
me aconchegar
uma cadeira de baloiço 
onde me deixe ficar
deixar nos dedos do mar 
me embalar
sem nada pensar
nem deixar 
nenhum equilíbrio em excesso 
de mim se apossar

e na minha casa com um jardim pequeno
perder o equilíbrio 
para ganhar a verdade do excesso
da alegria de viver 
na casa do universo

e em equilíbrio 
graças aos meus excessivos desejos 
como o de um amor que não se mede
e de excessos se excede 
sem equilíbrio 
na minha casa com um jardim pequeno
ser excesso, 
ser equilíbrio
ser barco afundado
a desaguar numa alma sem tamanho 


Numa praia em Inhambane onde fui excessivamente feliz sem esforço excessivo apenas um excessivo equilíbrio de felicidade.