segunda-feira, 22 de junho de 2015

Os vendilhões do templo

Aqui jaz Portugal vitimado pelos audaciosos, vendidos e bons alunos Pinóquios, salivando com as mãos na massa do saque e que oferecem o fruto em bandeja de prata, com permissão e total comunhão das lusas vítimas inconseguidas, adormecidas e medrosas, donas do castelo saqueado...
Esta tumba faz-me perder a tesão logo não me tira o engulho do peito!




da página no facebook de Rise Up Portugal:

PARLAMENTO PORTUGUÊS ACORDOU

COM A PLACA “VENDIDO”

Quem colocou o cartaz diz que entrou "sem problemas" na Assembleia da República. Ação é de protesto "contra a vaga de privatizações."

Na varanda do Parlamento foi colocado esta segunda-feira um cartaz que anuncia que o edifício está "vendido". Os autores da ação, que divulgada na página "eunaomevendo.pt", preferem não se identificar, mas à TSF contaram que "esta iniciativa ativista foi feita como oposição, e para chamar a atenção, a vaga de privatizações, para além dos vários cortes nas reformas e da perda total de soberania do povo."

Um dos elementos do movimento "eunãomevendo.pt", que prefere manter o anonimato, explicou que quem colocou o cartaz entrou "pela porta principal da Assembelia da República" e que foi "bastante simples", o que não voltará a acontecer, admite: "nunca mais será fácil". Em momento algum a segurança do Parlamento questionou a presença dos dois elementos do movimento, garantiu esta fonte.

A TSF contactou o gabinete da presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, e aguarda uma resposta.