sexta-feira, 18 de abril de 2014

Em nome da literatura




Andamos nestas conversas de amor sobre as palavras. Eu e elas. Nas da literatura, das conversas, nas estórias, nos livros, na poesia, nas chuvas de Abril.
Estou morrida de amor pelas palavras nestas conversas. Nas conversas comigo que não acabam nunca...
que me tornam leve, de vida cheia e alma ensolarada.
Nas conversas intermináveis comigo, eu e as palavras navegamos juntas no silêncio amoroso das nossas vozes cúmplices enquanto parimos a vida de novas palavras, estórias e livros.
Nestas conversas admiramos quem as espalha. Anoitece de cada vez que parte alguém na viagem do sempre e que lhes deu vida.
Não deixemos de trazer livros no carinho das mãos que desfolham, do coração que escuta, do pensamento que absorve, dos olhos que se maravilham.
Para que o mundo não se foda se ficarmos sem elas, as estórias.
Se ficarmos,
Anoitecemos.